quinta-feira, 16 de abril de 2009


Oh, quão difícil tem sido o caminho a trilhar!Que fragilidade a minha, caminho todos os dias pela tênue linha entre a sanidade e a loucura,quanta instabilidade!Como pude chegar até aqui?Por que deixei que me afogassem a esperança?Ou não deixei?Por que não estou conseguindo?Por que tanta falta de confiança?Ah.. são apenas perguntas,quem sabe até erradas.
Vejo tudo muito embaçado no futuro, confuso, indecifrável, como quando lágrimas inundam os olhos e você luta contra elas,buscando a nitidez da imagem que talvez te reconforte e te traga a essência de volta.

Não consigo me expressar,falta sentido para mim, então não se preocupe em entender!

- Das utopias

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

Mário Quintana

Um comentário:

lalah disse...

Isso é complicado, me sentia assim alguns dias atrás, mas tive, como costumo dizer, uma "iluminação de mim mesma" e vi que as coisas podem ser resolvidas e só a morte não tem solução mesmo.Tire um tempo para pensar e refletir Nayara, faça algo que gosta muito e se ditraia, a pressão que vivemos nos atrapalha muito e se a mente esta atrapalhada ela é incapaz, ou seja, precisamos acalma-la.